"Since I Do not Have You": a balada perfeita dos Guns N' Roses para quebrar os corações!




Oi gente, é claro que entre um exercício e outro, volto com uma das minhas bandas preferidas, Guns N' Roses.  E com uma canção de um álbum muito especial: “The Spaghetti Incident? E o artigo é dedicado à primeira faixa do ábum, a música"Since I Do not Have You" que é muito mais antiga do que você imagina e aposto que não sabia. Este post está recheado de curiosidades e se eu fosse você não perderia por nada! 


"Since I Do not Have You" é uma música da banda americana The Skyliners, que foi lançada como single em dezembro de 1958, tornando-se um megahit que liderou os gráficos de seu país e que permaneceu para sempre como um clássico da música dos finais dos anos 50. 
Os Skyliners eram uma banda com um estilo musical muito interessante, onde misturavam os estilos vocais do Doo Wop com ritmos que estavam na moda muito perto do Pop.

Mas esta música tem uma história muito particular e as próximas linhas tornarão a informação conhecida. Em meados do ano de 1958, The Skyliners estavam à procura de uma boa música que os tirariam do anonimato. Enquanto o grupo já era conhecido em Pittsburg para cantar em vários teatros e bares, no resto dos Estados Unidos, eram simplesmente estranhos. Jimmy Beaumont, líder da banda, viajou vários lugares nos Estados Unidos batendo às portas de várias gravadoras até chegar no escritório do compositor Joe Rock. Depois que ambos falaram sobre a banda e várias coisas, Joe Rock decidiu ser seu gerente e produtor. Tudo já estava tomando forma.

A primeira missão do gerente era escrever uma música que fosse um sucesso para os Skyliners e os deixasse no topo das paradas.Os dias passaram, e o compositor não conseguiu encontrar uma música. Foi assim que Joe Rock estava procurando por ideias e acordes de escrita e frases impressionantes. Para piorar as coisas, o pobre Joe teve outro grande problema: o fim do relacionamento com sua namorada. 

Isso marcou os dias antes da gravação com The Skyliners. O pobre Joe gritou aos mares e pensou em sua namorada como se fosse a última de sua vida. Mas entre tantas dificuldades, o compositor começou a escrever uma música inspirada na figura de sua namorada e seu coração maltratado.
De toda a raiva, tristeza e solidão do termo com sua namorada, Joe escreveu "Since I Do not Have You" ao dirigir pela cidade para o estúdio de gravação. Ouça a primeira versão da canção:



Ao ouvir a música, Jimmy Beaumont ficou muito satisfeito e aceitou gravá-lo ao lado de seus companheiros, mas antes de ter que adaptá-lo ao seu estilo musical. Essa tarefa estava nas mãos do próprio Beaumont que veio com a ajuda de Lenny Martin. Este último foi responsável pelos arranjos musicais que incluem o uso notável de instrumentos de cordas e harmonias vocais que foram espetaculares e muito bem alinhados. A voz principal foi de responsabilidade de Jimmy Beaumont.

"Since I Do not Have You" era como uma música romântica de alta qualidade. Com um trabalho em produção de dez pontos, tornou-se a balada mais famosa no palco pré-Beatles.
Esses detalhes fizeram que a música chegasse à posição # 12 do Billboard Hot 100 em 1959.


"Since I Do not Have You" a balada perfeita que arrebatou o coração do Axl Rose.







A música era como uma jóia do final da década de 50 e foi gravada por muitos artistas ao longo dos anos. Entre os cantores que abordaram este tema estão Chuck Jackson, Manfred Mann, The Vogues, Lenny Welch, Rick Nelson, Barbra Streisand, Art Garfunkel e Don McLean (1981). É essa a sua letra megalodramática  que grita na solidão e a menina que quebrou o coração de um ser humano simples e sincero. Marcou muitos, até o rebelde Axl Rose, que decidiu fazer uma versão dessa música com sua banda Guns 'n'Roses em 1994,  para o álbum The Spaghetti Incident.

Este remake da música deu bons resultados à banda, já que ele a deixou na posição # 10 do gráfico britânico e foi o último sucesso da banda com sua formação original e também deixou bem claro que mesmo os rebeldes de coração de pedra, poderiam ser tentados em uma balada feita para quebrar os corações.


O videoclipe da banda retrata o ator Gary Oldman como um demônio que dá gargalhadas das desgraças vividas por Axl, e conta com um fato bastante curioso em relação ao conceito original, no qual Oldman iria usar uma fantasia vitoriana para parecer o Marquês de Sade e levaria o guitarrista Slash em um passeio de barco pelo rio Estige (rio sagrado onde Aquiles foi mergulhado para tornar-se invencível mas acabou morrendo na Guerra de Tróia com uma flechada no calcanhar). Porém, no momento da gravação, o ator perdeu a fantasia e acabou fazendo o papel de um demônio com a cara pintada de branco e trajando uma bermuda preta. A loira que aparece contracenando com Axl é a modelo Jennifer Drive, com quem o vocalista teve um rápido namoro no fim de 1993 e início de 1994.



"Since I Don't Have You" dos Guns N' Roses, lançada em 1993, tem uma letra bem profunda no que se refere à desilusão no amor e você a compreenderá ao ver o vídeo que editei até o final...

A banda Guns N’ Roses lançou o álbum “The Spaghetti Incident?" recheado de covers dos anos 50 a 80, e vendeu cerca de 190 mil cópias na primeira semana, alcançando a quarta posição na Billboard 200. 

Alcançou o 69º lugar na Billboard Hot 100, bem diferente da versão original, feita pela banda The Skyliners em 1958, que alcançou a 12ª posição na mesma parada. Mas o sucesso continua retumbante!

Fiquem agora com o vídeo e a tradução que preparei... Mas deixem nos comentários abaixo, a impressão de vocês... Qual das duas versões ficou mais emocionante? A original com os Skyliners ou a cover com os Guns N' Roses? Ah,  eu sou suspeita para opinar,  pois amo os Guns!! 😁 Linda semana gente querida!

😍



Pesquisa: http://detrasdelacancion.blogspot.com.br e  https://whiplash.net

Aproveite e se inscreva no meu Canal. Tem novidade por lá! 
700 amigos já se inscreveram! OBRIGADA!! 😘


Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada!

6 comentários:

  1. sim, parabéns pela bela postagem, completa e com certeza, muito bem planejada, explicada, com detalhes e escrita. Tu sabe que ,acho que já disse, li a biografia de Axl, para um TCC de um colega e junto, a própria história dos Guns N' Roses , então, para o final,escolher , entre as duas, a 'cover' deles, muito por causa do primeiro embaixador das guitarras, o Slash, apesar da versão original, feita pela banda The Skyliners ter sido a concorrente aqui...agradeço pelo carinho,bela semana,querida amiga Adriana,bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Felis, querido amigo!! Tudo bem? Desculpe a demora na resposta ao comentário, mas o feriado me pegou de surpresa e fiquei off por uns dias...rsrs
      Mas cá estou voltando!!!

      Nossa fico encantada por ser especialista na vida de Axl Rose e eu também adoro o Slash que é maravilhoso! Só ele tem solos de guitarra tão perfeitos, sem dúvida!!
      Ahhh e é claro que na versão dos Guns a música ficou maravilhosa né amigo?
      Muito obrigada pela presença!! Adoro quando vem deixar seu carinho!!

      Tenha um ótimo restinho de feriado e uma semana maravilhosa!! :))
      Beijos!!

      Excluir
  2. Amo suas postagens sobre Guns, Adriana! Bjão!!!1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Sérgio!! Pois já estou preparando outra com uma canção dos Guns que vai derrubar até as paredes! kkkkkkkkkk

      Obrigada pelo carinho e presença amigo!!
      Um super beijo e uma semana maravilhosa!! :))))

      Excluir
  3. Adriana, o que eu mais gosto desta versão do GN´R é a guitarra do Slash em vários momentos - não apenas na introdução. O Axl se esgoela todo para cantar/berrar a letra da música, mas quem dá o "tom" mesmo é o sr. Saul Hudson. Impressionante! O "álbum do macarrão" não é o meu preferido da banda, mas tem um grande mérito: mostram de onde a banda veio e suas influências. "New Rose" e "Attitude" são tocadas até hoje na turnê (interminável, cadê o novo álbum?) e são cortesia dos tempos de Duff McKagan em Seattle quando tocava em bandas punks - além de roubar carros. rs A gente vê claramente de onde mr. Rose se inspirou em "Human Being" dos New York Dolls e "Hair of the Dog", do Nazareth. Essas bandas são "a cara dele", por assim dizer - e eu tenho quase certeza de que ele, mr. Rose, queria incluir alguma coisa do ELO (Electric Light Orchestra) no álbum, a banda é que não deixou. hahaha. É um álbum bem irregular, mas traz bons momentos. :)

    Beijos e até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Jaime, tem razão!! Agora , com o seu comentário, eu prestei mais atenção na guitarra do Slash e fiquei ainda mais apaixonada pela canção!! Como essa música é linda não é? Creio que seja o melhor cover do mundo, pois superou a canção original em 1000% ( na minha singela opinião kkkkkkkk)

      Puxa vida, é mesmo, como não pude reparar em todos os momentos do Slash? Ele é mesmo um príncipe das guitarras! Que som que ele faz e deixou a canção mais do que maravilhosa. Quanto ao Axl, eu sempre acho que ele se esgoela muito mesmo....hehehehe

      Eu tenho esse álbum em casa. Comprei ele há muitos anos... Mas como sou mais fascinada por baladinhas do tipo românticas, a minha canção preferida é essa mesmo: "Since I Don't Have You" :)))Aliás, fico impressionada como você entende bem dos Guns e sabe tudo da banda!! É roqueiro de verdade hem amigão?

      Parabéns pelo conhecimento incrível que possui!! Deveria escrever sobre música e rock em seu blog amigo!! É fascinante!! Aprenderíamos muito contigo, com toda a certeza!!!

      Tenha um final de semana maravilhoso e muito obrigada pela presença!!
      Beijos!! :)))

      Excluir

Fique à vontade para expressar seus sentimentos e sugestões.
Você é sempre muito bem-vindo(a)! Obrigada e Abraços!

Tecnologia do Blogger.